Os segmentos do Food Service: Você já conhece?

10/04/2018
Por: Jamile Meneses

O último ano foi desafiador para todos nós e temos aqui uma novidade: em 2018 os desafios aumentaram exponencialmente. Não gostou? O motivo disso tudo não é novidade para nós: velocidade da informação, tecnologia, maior poder de decisão do consumidor. A bola da vez está nas mãos do cliente.

Você conhece bem os segmentos do food service?

A atuação dos consultores de alimentação, ou melhor diríamos que a proposta de valor que o consultor de alimentos entrega para seu consumidor ou cliente tem mudado dia a dia e aqueles que enxergam essa mudança também conseguem inovar e entregar diferencial de serviços para venderem mais, conquistarem mais clientes e com isso encantar para fidelizar.

A fotografia do nosso mercado de food service representa anualmente R$ 170 bilhões da economia nacional e os gastos com alimentação giram em torno de 32% da renda mensal dos consumidores. Vamos refletir juntos: se minha renda for de 1000 reais, eu gasto 320 reais com alimentação, isso nos mostra o tamanho das oportunidades. Se pensarmos nos Estados Unidos, os consumidores gastam quase 50% da renda com food service ou alimentos prontos para o consumo. Temos muita oportunidade e mais do que isso necessidades de consumo para atendermos. Geralmente comparamos nosso mercado em desenvolvimento a mercados mais maduros e citamos por exemplo os Estados Unidos para entendermos o tamanho real das oportunidades e o caminho ao qual estamos construindo daqui para frente.

Quando conhecemos o mercado em que atuamos e quais os seus segmentos, montamos a fotografia de mercado e isso nos permite entender os desafios e assim nos adequar as realidades e limites de cada segmento.

Estas são algumas das mais significantes áreas de atuação onde o food service é presente movimentando os agentes da cadeia e gerando valor ao mercado. Você conhece cada um deles?

Você conhece o propósito de serviço do seu cliente, com qual púbico ele se relaciona e gera tráfego?

As vezes confundimos os conceitos de varejo alimentar e food service e eles são canais dependentes um do outro e interligados, ou seja, podemos afirmar que são canais interdependentes. Por exemplo: dentro do varejo alimentar de supermercados eu tenho uma cafeteria ou rotisseria, com oferta de alimentos prontos para o consumo e que é abastecida pela cadeia de food service. Ou, ao contrário, como as padarias que fornecem alimentos prontos, mas possuem em suas prateleiras os produtos de mercearia como conveniência.

O que de mais interessante podemos tirar de tudo isso: fazemos parte de um mercado enorme, segmentado e cheio de desafios. Diferente de mercados maduros, com industrias de alta tecnologia e certificadas para os padrões do food service, aqui no Brasil precisamos de consultores que corram na frente para fazer acontecer.

Quer buscar mais um diferencial em 2018? Fique ligado nos nossos posts, colabore no grupo de discussão e nos de feedback sobre esse conteúdo e como mais podemos ajuda-lo na sua jornada de atualização!