A importância da rotulagem nutricional

11/04/2016
Por: Juliana Menegazzi

A importância da rotulagem nutricional dos alimentos para a promoção da alimentação saudável é destacada em grande parte dos estudos e pesquisas que envolvem a área da nutrição e sua relação com estratégias para a redução dos riscos de doenças crônicas.

A Política Nacional de Alimentos e Nutrição definiu a rotulagem nutricional como uma das estratégias para a redução dos índices de sobrepeso, obesidade e doenças crônico-degenerativas associadas aos hábitos alimentares da população. Além disso, a listagem de ingredientes é fundamental para informar as pessoas sobre alergênicos.

O uso das informações nutricionais obrigatórias nos rótulos dos alimentos e bebidas embaladas está regulamentada no Brasil desde 2001. A demanda crescente da sociedade por informação confiáveis acerca dos produtos exige esforço do governo e setor produtivo para implantação de uma efetiva rotulagem nutricional de alimentos.

Mesmo que haja uma exigência de rotulagem nutricional, várias outras ações devem ser tomadas para se garantir a correta declaração e compreensão dos dados apresentados, como a necessidade de cálculos elaborados a partir de dados analíticos e de boas tabelas de composição dos alimentos, metodologias analíticas atualizadas e aprovadas pelas instâncias de fiscalização, informações adicionais que elucidem o consumidor para que tenha conhecimento do que está ingerindo, entre outras.

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), rotulagem nutricional é toda descrição destinada a informar ao consumidor sobre propriedades nutricionais de um alimento.

O que é obrigatório declarar?

  • valor energético
  • carboidratos
  • proteínas
  • gorduras totais, trans e saturadas
  • fibra alimentar
  • sódio.

A rotulagem nutricional deve ser vista além do simples cumprimento da lei, pelos fabricantes. A rotulagem dá o direito ao consumidor de conhecer e selecionar os produtos que farão parte de sua alimentação. Embora ainda falte orientação sobre a correta interpretação das informações, cada vez mais as pessoas se importam com isso.

Já conhece a RDC que aborda as informações obrigatórias sobre alergênicos? Clique aqui e saiba tudo.