Panificadoras: tendências e serviços

09/06/2016
Por: Juliana Menegazzi

As panificadoras não são mais as mesmas de antigamente. O setor está cada vez mais concorrido devido à mudança do perfil da clientela, serviços oferecidos e a participação de novos empresários nesse ramo.

Nos últimos anos, houve um aumento substancial no número de panificadoras e não é difícil perceber que a distância física entre elas está cada vez menor, assim, surge a necessidade de se traçar estratégias e buscar diferenciais para destacar-se em meio a tantas. Já é possível observar essa tendência nos inúmeros serviços agregados:

  • buffet de café da manhã, almoço, buffet de sopas, produtos para festas, além de padarias que ampliaram seu espaço e implantaram mini-adegas, empórios, salas de revista, entre outros.

O bom serviço nas panificadoras inicia-se pelo atendimento eficaz e cortês, novas receitas e boas práticas de higiene e manipulação também são pontos fundamentais para fidelizar a clientela, esses itens são contemplados mediante treinamentos constantes para conscientizar os funcionários. De nada adianta uma padaria com ótimas instalações, equipamentos modernos, matéria-prima de primeira linha, se não temos equipe qualificada para trabalhar em tais condições. Colaboradores pouco capacitados e mal instruídos podem espantar a clientela e trazer prejuízos ao estabelecimento (quebra de equipamentos, desperdício de matéria-prima, faltas etc).

As panificadoras devem estar atentas não só às tendências de mercado, como também às exigências legais, principalmente relativas à Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a ANVISA. Não é raro encontrarmos donos e sócios de estabelecimentos que não estão cientes de itens básicos como: a obrigatoriedade de apresentar o rótulo nos produtos fabricados na padaria, de ter o manual de boas práticas de fabricação personalizado e implantado, ter um responsável técnico, oferecer treinamentos periódicos, bem como outras exigências relativas a estrutura física.

Um consultor de alimentos faz toda a diferença para o setor de panificação, podendo agregar muito valor aos negócios, além de prevenir inúmeras “dores de cabeça” comuns das panificadoras.